Terra Seca

Terra Seca

Eu sou esta terra seca,
partida, morta e sem vida,
um torrão largado no chão,
um leito partido de um rio seco,
um deserto árido e quieto,
uma boca seca e amarga,
um monte de ossos secos,
um vaso quebrado em mil partes,
um nó na garganta,
um frio na barriga,
um vazio silencioso,
uma página em branco,
um choro contido na noite,
um câncer, um aborto,
um sonho frustrado,
um desespero no quarto escuro,
uma cegueira, uma lepra,
uma solidão, um desperdício,
uma existência sem sentido.
Eu não sou nada sem Ti, Deus Criador do Universo.

Eu sou um ribeiro de águas que sussurram vida,
Flores perfumadas de um jardim,
um pássaro livre nas florestas,
um sonho realizado,
um sorriso amigo,
uma mão estendida,
uma mãe, um pai atencioso,
um conforto em horas difíceis,
um guerreiro destemido,
um atleta no pódio,
uma canção de louvor,
uma árvore frondosa,
um muro de proteção,
um amigo, uma amiga,
uma chuva na terra seca,
uma brisa do mar,
um ramo da oliveira,
um coração que ama.
Eu sou tudo contigo, Deus Criador do Universo.

“Há um caminho de sol entre as nuvens escuras.” C. M.
N.N.A 01/02/2007

“’Vós, porém, sois linhagem escolhida, sacerdócio régio, nação santa, povo adquirido em propriedade, a fim de proclamardes as maravilhas daquele que vos chamou das trevas para a sua luz admirável;” I Pedro 2:9

Site no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: