Gratidão

 

No dia de ” Ações de Graças” separo estes primeiros momentos para uma prece:

 

Te agradeço Deus pelo dom da vida,

por me amar e se importar comigo,

tão frágil e pequeno ser humano.

 

Agradeço por viver no tempo e lugar onde estou,

por pertencer a uma família,

por ter amigos e pela capacidade de amar.

 

Agradeço pelo alimento material e espiritual,

pela consciência, pelo perdão,

e por tua soberania.

 

Agradeço por teu amor

infinito, forte, profundo,

e porque nada poderá me separar dele.

 

Permita que a cada dia

retribua tão grande dádiva celeste

em minhas palavras e atitudes.

 

Que ame ao próximo

como amo a mim,

que sinta e transmita quem Tu és.

 

Deus que é  amor,

doador da vida,

plenitude de tudo em todos.

 

Amém

 

Tomaz de Aquino

“Tratado da Graça”, três níveis de gratidão.

O primeiro nível é o de reconhecimento intelectual – aquele em que somos gratos por educação, que fomos ensinados desde muito pequenos, um agradecimento para cumprir protocolos. É uma gratidão que vem do plano do intelecto, eu agradeço porque fui educado a fazê-lo.

O segundo nível é chamado de nível de agradecimento, quando nos regozijamos por algo que alguém fez por nós. É uma gratidão impulsionada por uma emoção. Você recebe algo tão bom, tem reconhecimento por isso e, portanto, agradece. É neste nível, em que normalmente estamos quando fazemos os exercícios de gratidão.

E o terceiro e mais profundo nível de gratidão é o nível do vínculo. É o nível em que nos sentimos tão gratos, que tamanha gratidão, leva a criarmos um vínculo com o outro. O nível do vínculo faz com que nos comprometamos com o próximo. De certa forma, estamos tão agradecidos que nos sentimos obrigados a retribuir de alguma forma.

 

 

 

“El mundo parecía amenazante
hasta que suave
como pluma
clara,
o dulce como pétalo de azúcar,
de labio en labio
pasa
gracias

[…]”

Pablo Neruda (1959)

NERUDA, P. Oda a las gracias. In: Navegações e regressos. São Paulo: Coleção Ibero Americana, 2012.

 

   “Um coração grato é uma luz suave em meio a escuridão”.

"Um coração grato é uma luz suave em meio a escuridão".

eBOOK – Livro Portas Abertas: a poética do cotidiano

ACESSE O EBOOK NO LINK

https://view.publitas.com/p222-15785/livro-portas-abertas-a-poetica-do-cotidiano-noemi-nascimento-ansay/page/1

Em 2010 depois de compilar textos que estavam espalhados em pastas do meu computador, fruto de indagações, pensares e afetos, lancei o livro Portas Abertas: a poética do cotidiano. Uma produção feita a muitas mãos, agradeço a designer finlandesa MARI SUOHEIMO que fez a capa, cedeu lindas imagens e formatou este ebook, a minha amiga Profª Drª SÍLVIA ADREIS WITKOSKI que fez a revisão geral, a minha amiga e professora MARIANA ARRUDA, que fez a editoração e a querida Ana Maria Feres que fez a revisão dos textos.

Dos 600 livros impressos, hoje só tenho um na prateleira. O que aprendi nestes 7 anos, com meu primeiro livro:

– Não espere outras pessoa para concretizar seus planos.
– Faça algo com planejamento e dentro de suas possibilidades financeiras.
– Conte com seus amigos e amigas, como leitores e apoidores.
– Permita-se acertar e errar. E como já dizia Leminsky:

inverno
primavera
poeta é
quem se considera

 

Argos Panopdes

tumblr_oy1wt1kShD1qj7kyho1_500

 

 

Argos Panopdes

 

olhos profundos

cegam os meus de luz

luzeiros na escuridão

gigante com seus cem olhos

anjo que não dorme, vigia

Panopdes, “o que tudo vê”

percebe ao mesmo tempo

cem paisagens

cem pessoas

cem horizontes do futuro.

 

Noemi N. Ansay

Tirso de Mello Santos, 30 anos, cantando e celebrando o Amor de Deus

 

Tirso de Mello Santos é músico e compositor cristão com vários CDs gravados, dentre os quais o Igreja Viva, IV (1998), Salmos (2001) e Com o Rosto Descoberto (2008). Suas músicas têm abençoado a muitos, por exemplo: Não Existe Um Lugar Melhor e O Senhor é o Meu Pastor, ambas do Igreja Viva IV.

23472446_1596060543808301_1153468899322723358_n

 

Amorosidades

 

 

Amorosidades

 

uma carta, raio de sol, atravessa

o céu cinzento de Curitiba,

texto que abraça, faz cafuné,

aquece no frio,

beija a cada sílaba.

 

uma plantinha medicinal

suculenta, aloe vera

cicatriza, assepsia, regenera,

bendita Babosa, pouco exigente,

dá mais do que pede.

 

um  sabonete perfumado,

de manteiga de Cupuaçu,

limpa, acalma, suaviza almas ressecadas,

traz alento e suavidade,

carinho na forma de um pequeno retângulo.

 

delicadezas e mimos

do coração reluzente da Luane

e do coração forte como de um urso do Bernardo.

 

Noemi Ansay

Kiko Zambianchi em Curitiba

 

22829718_10154834636421583_3074931400619797195_o

“Se um dia eu pudesse ver
Meu passado inteiro
E fizesse parar de chover
Nos primeiros erros
Meu corpo viraria sol
Minha mente viraria ar
Mas só chove, chove
Chove, chove

Kiko Zambianchi.

Fui nas lojas Americanas, no Shopping Curitiba e começo a ouvir a música “Primeiros erros”, de repente, muitas pessoas começam a sussurrar a letra, chego no caixa e o rapaz que me atende, cantando baixinho, cantamos juntos e concordamos: um clássico absoluto e enquanto passo balas de goma, uma tinta de cabelo e meias calças, penso que é uma banda cover. Saio da loja, vejo uma muvuca de gente, passo de largo, vou ao banheiro e quando saio, escuto um agradecimento ao Kiko, não acredito, ele aqui? Me aproximo, uma multidão ao redor, com senhas e filas, para falar com ele. Penso, puxa, até gostaria de ficar, mas, não tenho tempo. Dou a volta, pra tirar uma foto, quando vejo, o Kiko se aproxima do local onde estava, tira foto com um casal, uma moça do lado pede uma foto comigo e ela. Ele se aproxima, diz: tiro uma só com você e depois com ela. Fico nervosa pra tirar uma bendita self, ele percebe e me ajuda com o celular, digo que quando era adolescente, sua música, era um hino da nossa geração. Agradeço por sua generosidade, passo pela multidão toda faceira e sorrindo. Bem, se já gostava dessa canção, agora muito mais. A beleza do acaso, eu sem esperar nada, ganho esse presente. 

#kikozambianchi

 

XVII ENPEMT e IX ENEMT na UFG

Bacharelado de Musicoterapia, professoras, egressos e estudantes.

22552349_10154809246511583_2161769938946481013_n

Participei da mesa redonda “Musicoterapia no percurso da vida”, junto com a Professora Dra. Melissa Mercadal-Brotons  ( Presidente da Word Federation of Music Therapy) e o Professor Dr. Diego Schapira, Programa Adim Musicoterapia no XVII EMPEMT e IX ENEMT foi um desafio e uma honra.

Meu trabalho se intitulou: ” O que as pesquisas em Musicoterapia falam sobre a infância e adolescência?

ENPEMT 14 de outubro titulo

ENPEMT 14 de outubroFalei a respeito de três aspectos: música da infância e adolescência,  tendências e singularidades das pesquisas sobre infância e adolescência: um panorama do VI CLAM e e do XV Congresso Mundial de Musicoterapia, perspectivas futuras e possíveis agendas de pesquisa.Espero em breve, publicar um artigo, sobre os resultados.

Gratidão pela oportunidade de compartilhar conhecimentos  e estreitar laços de amizade.

Minha Irmã Finlandesa

6.jpg

 

Minha Irmã Finlandesa

para Mari Suoheimo

Sim, a contragosto

aprenderei novamente

a ressignificar a palavra saudades.

 

Essa nostalgia que chega de mansinho,

uma mistura fina de tristeza e alegria,

e que vai ocupando todos os espaços.

 

Hoje, não há o que dizer,

só ficará o vazio da sua presença

um dia nublado, tão comum em Curitiba.

 

Nas memórias de curta e longa duração,

ficarão as lembranças do partilhar a vida,

os dias de sol e chuva,

 

As viagens, as refeições,

dias de Natal e aniversários,

imagens, sons e aromas.

 

Seus olhos tão azuis e brilhantes,

seus cabelos tão clarinhos,

sua natureza nórdica, silenciosa e fina.

 

Sempre achei curioso,

que em você o minimalismo,

ocupasse tantos espaços.

 

Sim, preenchias o tempo e o lugar,

com seus gestos de carinho,

com seu sorriso de menina.

 

Sua devoção as artes,

ao cozinhar, as flores,

aos amigos e estudantes.

 

Sei, que deixas aqui um pedaço de ti,

peço que também nos leve na bagagem e no coração,

aprendemos com tudo nesta curta passagem pela terra dos viventes.

 

Seremos irmãs para sempre,

se não de sangue e de idioma,

mas de alma e coração.

 

Gratidão para sempre,

Kitos, Kitos, Kitos.

Noemi N. Ansay

06/09/2017

A Ruiva

brunAch

A Ruiva

 

Tudo nela era ruivo,

rubro da cor de um poente,

o caminhar era coral,

o olhar purpúreo,

mãos e pés  tinham tons avermelhados,

e nossa amizade lembrava todos os tons de vermelhos:

do carmim, granza, alizarina, carmesim, solferino até o escarlata.

Hoje,  se nenhum ruivo e ruiva passam desapercebidos diante dos meus olhos

a culpa é só dela, minha querida amiga de infância,

Viviane: “aquela que é ruiva e cheia de vida”.

( Noemi N. Ansay)

21731627_10154734252181583_8663633144187109828_o

Quando eu tinha 11 anos, fui estudar no Colégio Estadual Pedro Macedo, no Portão, lá encontrei uma grande amiga, Viviane, com quem partilhei minhas alegrias e tristezas de adolescente. Frequentava sua casa e ela a minha, escutávamos músicas em fitas cassete, ensaiávamos coreografias e estudávamos juntas. Admirava sua força, coragem, inteligência e seus lindos cabelos ruivos. O tempo passou e hoje, depois de 33 anos nos reencontramos, compartilhamos nossas alegrias como mães, nossos desafios profissionais, relembramos nossos professores e amigos. Não tenho palavras para agradecer esse momento e admirar a importância que os amigos e amigas têm em nossas vidas. —  sentindo-se agradecida .

26/09/2017

Site no WordPress.com.

Acima ↑

Filipe Miguel

Amor Desejo Sedução Romance... à vossa disposição aqui

Beija-flor Cigano

Poesias, frases e pensamentos

Diário da Inclusão Social

A inclusão como ferramenta de transformação social

Depressão com Poesia

Assumi, estou com uma doença que afeta a saúde e apaga o amável. Depressão aqui vou te descrever: depoimentos, reportagens, prosas e muita POESIA.

escritora claudia isadora fernandes de oliveira

blog para divulgar meus livros e outras cositas más q ando aprontando...;)

Blog Carol Luvizotto

Ponto de vista: Carreira Acadêmica, Pesquisa Científica e Educação

Thiago Amazonas de Melo

Não acreditem em nada do que eu digo aqui. Isso não é um diário. Eu minto.

WordPress.com em Português (Brasil)

As últimas notícias do WordPress.com e da comunidade WordPress

%d blogueiros gostam disto: