REATCH INTERNACIONAL

Data, Local e Como Chegar


14 a 17 de Abril de 2011

Quinta e Sexta das 13hs às 21hs.
Sábado e Domingo das 10hs às 19hs.
Visitação Gratuita
Local
Centro de Exposições Imigrantes
Rodovia dos Imigrantes, Km 1,5 – São Paulo – SP
Transporte Gratuito
Estação do Metrô Jabaquara
Saída das Vans na Rua Nelson Fernandes, 400

Prêmio Musique – vote no Eu ,Você e Maria

O grupo Eu, Você e Maria está concorrendo ao Premio Musique, promovido pela rádio Eldorado.
 
Votem quantas vezes quiserem e se puderem divulguem.
 

Grande Sertão: veredas



Em tempos de tragédias mundiais é bom lembrar da sabedoria do sertanejo, descrita de forma poética e muito verdadeira por Guimarães Rosa no livro Grande Sertão: veredas. 

Todos estão loucos, neste mundo ? Porque a cabeça da gente é uma só, e as coisas que há e que estão para haver são demais de muitas, muito maiores, diferentes, e a gente tem de necessitar de aumentar a cabeça, para o total. Todos os sucedidos acontecendo, o sentir forte da gente – o que produz os ventos. Só se pode viver perto de outro, e conhecer outra pessoa, sem perigo de ódio, se a gente tem amor. Qualquer amor já é um pouquinho de saúde, um descanso da loucura . Deus é quem sabe. ( 1984, p. 291)

Curso de LIBRAS na FAP

 

Chamada para o 13º Fórum de Musicoterapia da AMTPR


Chamada de trabalhos para o

13º Fórum da Associação de Musicoterapia do Paraná

http://www.amtpr.com.br/13_forumparanaensedemusicoterapia_noticias2011.html

Palavra Pensada

“O que eu vi, sempre, é que toda ação principia mesmo é por uma palavra pensada. Palavra pegante, dada ou guardada, que vai rompendo rumo.”

João Guimarães Rosa
Grande Sertão: veredas

Lançamento nas Livrarias Curitiba dia 31 de março.


http://www.livrariascuritiba.com.br/cultureagenda.aspx

PORTAS ABERTAS: POÉTICA DO COTIDIANO 
Livrarias Curitiba – Shopping Estação 
31/03/2011 (Quinta-feira)
19h30

Sessão de autógrafos no lançamento do livro “Portas abertas: poética do cotidiano”, de Noemi Ansay. O livro de poemas prima pela autenticidade expressiva. Em cada verso é perceptível o alicerce da autora na sua fé em Deus, de modo que o revela na sua busca permanente pelo Divino em cada um de nós. Com voracidade indomável capta o indelével, nas pequenas e grandes coisas da vida cotidiana, de lugares diversos, que evocam lembranças coloquiais ou históricas, fazendo da leitura deste livro um deleite ao leitor. No dia do evento, haverá uma exposição de fotos da designer finlandesa Mari Suoheimo, a qual contribui com imagens na obra.

Site no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: