Poemas Alfabéticos "V"




Vésper
A vida segue vagarosa às vésperas do Natal,
vagam vozes vãs, veladas e veludosas,
vaníloquo dos verbetes tão vulneráveis,
vacilante o vaga-lume valsa na vastidão verdejante,
voa na ventania de suas vicissitudes,
tão virtuose, ao violão, viola e violino,
tão virtuoso em sua valentia e vereditos,
vertiginoso, vaga por violetas e valerianas,
vivace, voraz, violenta a vida tão volátil.

Site no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: