Rumo ao Chile


Chile limita al norte con el Perú
y con el Cabo de Hornos limita al sur,
Se eleva en el oriente la cordillera
y en el oeste luce la costanera.
Al medio están los valles con sus verdores.
Violeta Parra (1917-1967)





Partir

Não queria que chegasse

mas chegou

hora de arrumar as malas

dor no peito

lágrimas nos olhos

se fazer líquida

partir e deixar parte de mim aqui.

n.n.a

Durme Durme – Musica Ficta – Ensemble Fontegara

                                                                                                           
Canção de Ninar

Durma minha menina,
lá fora faz tanto frio
a desesperança cai sobre a cidade
e a noite cobre o mundo.
Durma meu menino,
com seus pequenos tesouros
um estilingue, uma bala,
um bilhete da menina amada.
Durma, durma,
viaje nos sonhos
beije sua mãe
abrace seu pai.
 Durma embalado ao som,
 da doce voz
 da flauta
 e do violoncelo.
Durma meu anjo,
dentro dos teus sonhos
encontrarás respostas
para suas dúvidas
e alegria para o teu pesar.

n.n.a

Cordas – Sempre há possibilidades de comunicação quando há interesse, amor e dedicação

Sejamos como a Maria !!!!!!

U2 – Ordinary Love (From Mandela OST) Lyric Video (+playlist)

O mar quer beijar a costa dourada

A luz do sol aquece a pele

Toda a beleza que foi perdido antes

Quer nos encontrar novamente

Não podemos cair mais

Se não podemos sentir o amor comum

E nós não podemos chegar a qualquer superior

Se não podemos lidar com o amor comum

U2

Por uma vida criativa, florida e perfumada.


Fui eu que fiz !!!!!


Pequenas despedidas: ontem fui a Naturalli da Cor, fiz várias caixinhas floridas e quadros com minha amiga Sandra Iabonka, durante muitos anos minha principal fonte de renda foi o artesanato. Foi uma experiência maravilhosa e enriquecedora, com certeza a mais florida, colorida, criativa e perfumada da minha vida.

Só quem se entrega intensamente ao que faz, sabe a delícia que é viver, com suas dores e alegrias.

n.n.a.

Excessos

Não peço desculpas
pelo excesso de ternura
e pelo desassossego do meu coração

alma barulhenta, valvular
trama de um artesão
complexa e manhosa

a estranheza dos dias presentes
a indefinição do lugar a ser ocupado no palco
as distâncias intergalácticas

a vocação para ser eterno
e a finitude das possibilidades
quem poderá condenar tamanha sede de viver?

presente e dentro
tudo que está em volta
as presenças e ausências

a tristeza dos dias chuvosos
a desilusão de mudar o mundo
a morte sempre a espreita

o atrevimento de viver
atravessando ventanias e tempestades
lançada no espaço despida e indefesa

pequena poeirinha
diante da imensidão do universo

viajante rumo ao Profundo e Eterno.

n.n.a

Foto: Heber Suoheimo

Site no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: