Para copos de Cumulus Nimbus


Cumulus Nimbus
O silêncio era duro, de um cinza chumbo, inquietante e pesado. Toneladas de palavras em suspenso no ar, milhares de nuvens cumulus nimbus, precipitaram-se com velocidade formando uma densa muralha que impedia qualquer luminosidade. Fez-se escuridão. Como não tinha guarda-chuva e nem capa, como não tinha abrigo, o jeito foi enfrentar a tempestade sozinha e com a roupa do corpo. A chuva era mais forte do que podia suportar,rendeu-se, despiu-se do orgulho, deixou que o vento e a chuva a levassem. Calou a boca e a alma, reduziu a velocidade, paralisou, açoitou suas vaidades, haveria de enfrentar o silêncio até que o sol brilhasse novamente.
n.n.a

Site no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: