Peça : Não tenho certeza …mas…. Cena Hum


Peça com surdos e ouvintes, retratando as idas e vindas do amor.

não tenho certeza, mas…

elenco
bruno ernsen
carla leme
douglas gonçalves
guilherme j.c.fonseca
priscila garcia
rafael henklein
suellen floriano
tatiane bruno
vinicius da silva
thami oliveira

intérprete: noemi ansay
ass.direção:mariana ribeiro
direção:fabiano amorim

30/11 e 01/12-19h
teatro cena hum


Celebrating 60 years of Music Therapy – American Music Therapy Association

American Music Therapy Association Conferences

AMTA’s 2010 Conference:

Rock Out of the Past and Roll into the Future
With Music Therapy

Cleveland, Ohio
November 17-
21, 2010

http://www.musictherapy.org/conference/confindex.html

Virada Inclusiva em São Paulo

SÃO PAULO PROMOVE 1ª VIRADA INCLUSIVA

Show de rock com audiodescrição e Libras, exposições, oficinas culturais e debates sobre direitos das pessoas com deficiência são os destaques da programação, que acontece de 3 a 9 de dezembro.
Em 3 de dezembro é comemorado o Dia Internacional da Pessoa com Deficiência. Para festejar a data, Prefeitura, Governo do Estado e entidades da sociedade civil organizaram uma série de eventos de cultura e lazer: a Virada Inclusiva.
A programação começa às 9h do próprio dia 3, no Memorial da América Latina, onde acontecem oficinas de música, apresentações de dança, capoeira e mostra de curtas-metragens durante todo o dia.
Também neste dia, a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) promove das 8h30 às 17h30, o seminário “A Inclusão da Pessoa com Deficiência e Mobilidade Reduzida na Educação para o Trânsito”.
Completam a grade do primeiro dia exposição de quadros no Parque Ibirapuera, atividades paradesportivas no Parque Villa-Lobos, circuito de agilidade para cães (vão livre do Masp), visitas monitoradas ao Centro de Operações do Metrô (Paraíso), Jardim Zoológico, Biblioteca Louis Braille (Centro Cultural São Paulo) e a entidades de assistência, como Lar Escola São Francisco e Fundação Dorina Nowill.
Rock acessível
No dia 4, sob coordenação da Secretaria Municipal da Pessoa com Deficiência e Mobilidade Reduzida (SMPED), o Centro da cidade recebe a já tradicional passeata do Movimento Superação, com saída às 12h da Praça da República e destino ao Vale do Anhangabaú.
Também no Anhangabaú, das 12h às 19h, haverá show musical voltado ao público jovem, com artistas com algum tipo de deficiência ao lado de nomes consagrados, como a banda NXZERO, Baby Consuelo e Luiz Melodia.
O show terá área especial para o público com deficiência motora e visual, contando ainda com recursos de audiodescrição e tradução simultânea para a Língua Brasileira de Sinais (Libras) por meio de telões. Entidades e mesmo pessoas físicas podem solicitar transporte gratuito adaptado junto ao serviçoAtende, da Prefeitura.
Reivindicações
A Virada Inclusiva prossegue às 10h do dia 9, no Centro Cultural São Paulo, com a Sabatina, em que jovens com deficiência intelectual, ligados a diferentes instituições da capital, apresentam reivindicações e fazem perguntas ao secretário municipal da Pessoa com Deficiência.
A Virada Inclusiva é uma promoção conjunta da Secretaria Municipal da Pessoa com Deficiência e Mobilidade Reduzida e da Secretaria de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência.

Veja programação completa no site www.prefeitura.sp.gov.br/pessoacomdeficiencia .

Não tenho Certeza …Mas….Peça no Cena Hum

Nova peça……do grupo de surdos e ouvintes….
Imperdìvel…….

NÃO TENHO CERTEZA MAS…- 30 de novembro e 01 de dezembro – 19h
Direção: Fabiano Amorim
SINOPSE: O eterno conflito homem mulher, visto com muito bom humor. O espetáculo brinca com dança e movimento, buscando simplicidade, beleza e emoção.

Rua Senador Xavier da Silva, 166

São Francisco – Curitiba – Paraná. CEP 80530-060

(41) 3333-0975 / 3016 0975 / 9943-9396


Festa Curso de LIBRAS na FAP




Ontem finalizamos mais uma turma do Curso de LIBRAS, módulo II, uma delícia…mas o professor….nossa…… estava muito exigente….he,he,he
Noemi

O Solista

[…] não entendo exatamente o que ele quer dizer, mas parece um progresso. Pergunto novamente se está falando sério sobre ir a um psiquiatra, e dessa vez ele desconversa, dizendo que pode pensar nisso mais pra frente. Já quanto à sua contribuição, ele gostaria de usar o que sabe para ajudar as pessoas.
-Eu queria ser Musicoterapeuta -diz ele enquanto desinfeta o espelho do banheiro. ( LOPEZ, 2009, p. 198)
LOPEZ, Steve. O Solista.Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 2009.


Site no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: