O Solista

[…] não entendo exatamente o que ele quer dizer, mas parece um progresso. Pergunto novamente se está falando sério sobre ir a um psiquiatra, e dessa vez ele desconversa, dizendo que pode pensar nisso mais pra frente. Já quanto à sua contribuição, ele gostaria de usar o que sabe para ajudar as pessoas.
-Eu queria ser Musicoterapeuta -diz ele enquanto desinfeta o espelho do banheiro. ( LOPEZ, 2009, p. 198)
LOPEZ, Steve. O Solista.Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 2009.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s