Musicoterapia na Escola Adorando 2012

Vivência de Musicoterapia com a Musicoterapeuta Chris Accioly, de Curitiba/PR na Escola Adorando 2012

O que é MUSICOTERAPIA?
Musicoterapia é a utilização da música e/ou seus elementos (som, ritmo, melodia e harmonia) por um musicoterapeuta qualificado, com um cliente ou grupo, num processo para facilitar, e promover a comunicação, relação, aprendizagem, mobilização, expressão, organização e outros objetivos terapêuticos relevantes, no sentido de alcançar necessidades físicas, emocionais, mentais, sociais e cognitivas. A Musicoterapia objetiva desenvolver potenciais e/ou restabelecer funções do indivíduo para que ele/ela possa alcançar uma melhor integração intra e/ou interpessoal e, consequentemente, uma melhor qualidade de vida, pela prevenção, reabilitação ou tratamento. (Federação Mundial de Musicoterapia Inc. 1996) 
Inscrição no CBO, Ministério do Trabalho: Inscrita sob o CBO 2239-15 no Ministério do Trabalho e Emprego, a profissão musicoterapeuta tem nas associações de musicoterapia suas entidades de classe, as quais são filiadas à União Brasileira das Associações de Musicoterapia – UBAM. 
O que faz o Musicoterapeuta? 
O musicoterapeuta avalia, planeja e desenvolve um projeto terapêutico, dentro das necessidades de cada paciente, tendo como centro das sessões algum tipo de experiência musical. As principais técnicas são: improvisação, recriação, composição e audição musical. 
O que é preciso para se tornar um Musicoterapeuta? 
Para exercer a profissão de musicoterapeuta faz-se necessário uma formação especializada em entidades de ensino superior. O curso de Musicoterapia desenvolve-se em 4 anos a nível de graduação e exige formação musical prévia do candidato. 
No Paraná o curso de Musicoterapia é ofertado pela Faculdade de Artes do Paraná – FAP, na cidade de Curitiba.
Onde atua o Musicoterapeuta?
 – Clínicas e Hospitais Psiquiátricos
 – Clínicas Multidisciplinares 
 – Clínicas Geriátricas 
 – Hospitais Clínicos-Gerais
 – Hospitais Dia 
 – Centro e Instituições de Reabilitação
 – Escolas Regulares e Especiais
 – Instituições Sociais e Públicas
 – Consultórios Particulares
 – Empresas 

Piano

Piano
Preto no branco, branco no preto,
teclas encravadas, imbricadas,
tons e semitons que vibram ao toque de um martelo,
pianíssimos e fortíssimos,
escalas maiores e menores,
com seus  allegros, andantes e adágios,
soam como a alma que insiste em fazer música e não ruído.
n.n.a


Site no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: