Mãos em Movimento

sua mão na minha mão
cicatrizes não desaparecerão com o tempo

serão sempre como pétalas a desabrochar.

n.n.a

Poema: Lama e Sangue

Lama e Sangue

Novembro.
Gosto amargo de lama na boca,
e cheiro de sangue por todos os lados.

Mariana, doce senhora mineira,
como dói não ver mais seus olhos brilhantes,
e teu corpo outrora coberto de ouro.

Paris, estonteante Cidade-Luz
quem não sonhou com seu amor?
Dói, ver o sangue que clama em tuas ruas.

Em Mariana uma barragem se rompe,
mar de lama, faminto e furioso,
mata tudo que vê pela frente.

Em Paris, o terrorismo,
movido por ódio e vingança,
apunhala, sem escrúpulos, cada coração da terra.

Não há mais esperança?
insistem em perguntar,
como se tudo já estivesse desmoronado,
sem chances de reconstrução.

Ouso desapontar:
– A esperança vive:
está brilhando nos olhos de uma criança,
nos corações dos enamorados,
nas mãos dos trabalhadores,
nas mentes dos cientistas,
na capacidade do recomeço,
no amor que vence o ódio.

n.n.a

Ferrugem e Osso Movie – Official [HD] De tirar o fôlego !!! Belíssimo!!!

Ferrugem e Osso (De rouille et d’os) é um filme franco-belga de 2012, dirigido por Jacques Audiard e estrelado por Marion Cotillard e Matthias Schoenaerts.

O roteiro é baseado nos contos “Rocket Ride” e “Rust and Bone”, do livro Rust and Bone, do canadense Craig Davidson.

No norte da França, Ali conhece Stephanie após uma briga na boate onde ele trabalha como segurança. Ele é um boxeador que faz bicos para se sustentar e conta com a ajuda da irmã, que o deixa morando na garagem, ela é uma ex-treinadora de baleias que perde as pernas após um acidente. Os dois vivem uma história de amor imprevisível e sobretudo humana.

Chega a doer a veracidade como os atores vivem cada cena do filme.

Site no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: