#PoemasQuarentena1

naquele final de verão, quasetodos silenciaram (até os sinos pararam de tocar), das janelas observavam a vida e a morte passar.

Dia das Mulheres

Site no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: