Como funciona nosso ouvido?

A orelha funciona como uma concha acústica, que capta os sons e os direciona para o canal auditivo. As ondas sonoras fazem vibrar o ar dentro do canal do ouvido e a vibração é transmitida ao tímpano. Esticada como a pele de um tambor, a membrana timpânica vibra, movendo o osso martelo, que faz vibrar o osso bigorna, que por sua vez, faz vibrar o osso estribo. Esses ossículos funcionam como amplificadores das vibrações. A base do osso estribo se conecta a uma região da membrana da cóclea denominada janela oval, e a faz vibrar, comunicando a vibração ao líquido coclear. O movimento desse líquido faz vibrar a membrana basilar e as células sensoriais. Os pelos dessas células, ao encostar levemente na membrana tectórica, geram impulsos nervosos, que são transmitidos pelo nervo auditivo ao centro de audição do córtex cerebral.

http://www.sobiologia.com.br/conteudos/FisiologiaAnimal/sentido6.php

Maravilhoso perceber cada detalhe no processo da audição, a anatomia e fisiologia do ouvido. Fico imaginando todo esse processo durante a audição de uma música.

Tecnologia musical : DJ Fresh & Mindtunes

 

DJ Fresh & Mindtunes: A track created only by the mind (Documentary)

Le Vent Nous Portera

Le Vent Nous Portera

Je n’ai pas peur de la route
Faudrait voir, faut qu’on y goûte
Des méandres au creux des reins
Et tout ira bien

Le vent l’emportera

Ton message à la grande ourse
Et la trajectoire de la course
A l’instantané de velours
Même s’il ne sert à rien

Le vent l’emportera
Tout disparaîtra
Le vent nous portera

La caresse et la mitraille
Cette plaie qui nous tiraille
Le palais des autres jours
D’hier et demain

Le vent les portera

Génétique en bandoulière
Des chromosomes dans l’atmosphère
Des taxis pour les galaxies
Et mon tapis volant lui

Le vent l’emportera
Tout disparaîtra
Le vent nous portera

Ce parfum de nos années mortes
Ceux qui peuvent frapper à ta porte
Infinité de destin
On en pose un, qu’est-ce qu’on en retient?

Le vent l’emportera

Pendant que la marée monte
Et que chacun refait ses comptes
J’emmène au creux de mon ombre
Des poussières de toi

Le vent les portera
Tout disparaîtra
Le vent nous portera

Faudrait voir, faut qu’on y goûte
Des méandres au creux des reins
Et tout ira bien

Le vent l’emportera

Ton message à la grande ourse
Et la trajectoire de la course
A l’instantané de velours
Même s’il ne sert à rien

Le vent l’emportera
Tout disparaîtra
Le vent nous portera

La caresse et la mitraille
Cette plaie qui nous tiraille
Le palais des autres jours
D’hier et demain

Le vent les portera

Génétique en bandoulière
Des chromosomes dans l’atmosphère
Des taxis pour les galaxies
Et mon tapis volant lui

Le vent l’emportera
Tout disparaîtra
Le vent nous portera

Ce parfum de nos années mortes
Ceux qui peuvent frapper à ta porte
Infinité de destin
On en pose un, qu’est-ce qu’on en retient?

Le vent l’emportera

Pendant que la marée monte
Et que chacun refait ses comptes
J’emmène au creux de mon ombre
Des poussières de toi

Le vent les portera
Tout disparaîtra
Le vent nous portera

Compositores: Bertrand Cantat, Serge Teyssot-Gay, Jean-Paul Roy e Denis Barthe

Música e Pessoas Surdas

 

Fiquei emocionada com a performance de Mandy Harvey, surda desde os 18 anos de idade, ela se apresentou no programa America’s Got Talent, da NBC, com uma música autoral.

Música e Pessoas Surdas

“Para conceituar o que é música, precisamos levar em conta os aspectos relacionados à cultura, aspectos visuais, performáticos da execução musical, o movimento, a dança e também a letra das canção. Quando falamos de pessoas surdas e música, podemos nos perguntar: qual é a relação dessas pessoas com a música e como ela acontece? A música está presente na vida de pessoas surdas? A resposta é complexa e dependerá do grau de perda auditiva, se a pessoa nasceu surda ou se perdeu a audição posteriormente, a comunidade a que pertence, a representação social que a música tem para ela. No entanto, percebe-se na atualidade que muitos surdos têm quebrado paradigmas e revelam que as experiências são diversas, vão desde ser um instrumentista, intérprete, compositor , além do uso Língua de Sinais para interpretar a letra de músicas. Sobretudo acredito que a música não pertence somente aos ouvintes, ela é uma construção sócio-histórica, um patrimônio de toda humanidade.”

Noemi N. Ansay

Leia o artigo:
A Música no Cotidiano de Pessoas Surdas

Imagem: http://veja.abril.com.br/entretenimento/cantora-surda-emociona-plateia-em-programa-de-calouros/

“A música como estímulo multimodal e a sua relação com as áreas funcionais do cérebro.” Profº Raúl Enrique Rincón Florez (Universidade Nacional da Colômbia)

“A música como estímulo multimodal e a sua relação com as áreas funcionais do cérebro.”

Teremos o prazer de receber nas próximas semanas a visita do Engenheiro de Som, Musicoterapeuta e Professor da Universidade Nacional da Colômbia – Raúl Enrique Rincón Florez, no Campus Curitiba II – Unespar
Todos estão convidados a participar das palestras e mini-cursos: estudantes, musicoterapeutas e educadores musicais !!!!! Inscrições no Local – emitiremos certificados de participação.   

LA_MUSICA_COMO_ESTIMULO_MULTIMODAL

Noh 能

Teatro-Noh-Divulgacao-capa

Noh 能

Na máscara do Shite
o enigma, o mistério,
a voz medieval,
as mãos hábeis,
os passos medidos,
o ir e o ficar,
o sobrenatural.

O Waki
sem máscara,
de carne e osso,
com os pés no chão,
revela ousadia na voz,
frágil humanidade,
ousa olhar para o mundo do além.

Na orquestra:
o tamboril pequeno,
o tamboril grande,
o tambor de baquetas,
a flauta de bambu,
o coro de homens,
música essencial.

A poesia,
a música,
os movimentos lentos,
o suntuoso vestuário,
arrebata os sentidos,
tudo é sereno
calmo
zen.

noemi n. ansay

Imagem: http://teatrojornal.com.br/2015/09/a-tradicao-da-escola-noh-de-kanze/

IMG_20170330_194206_811

No dia 30 de março, às 18h, no hall da Biblioteca Cental, acontece o “Encontro Musical”, com a apresentação de “Ressonâncias” – Conjunto livre de Flauta Doce da EMBAP. O Encontro Musical é gratuito e aberto a comunidade em geral. Não é necessário realizar inscrições.

Serviço

Encontro Musical

Quando: 30/3/2017

Onde: Hall da Biblioteca Central – Rua Imaculada Conceição, 1155 – Prado Velho | Curitiba -PR

Horário: 18h

http://www.pucpr.br/noticia.php?ref=1&id=2017-03-27_65493

 

Site no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: