Achieved is the glorious work

http://www.youtube-nocookie.com/embed/6uuGrh75kqs


Meu amigo e compositor Daniel Solyon canta no tenor deste


 belíssimo coral . Parabéns ao regente, coro e aos músicos.

MARAVILHOSO!!!!!

Leitura: Confesso que vivi – Pablo Neruda

Pablo Neruda nasceu no dia 12 de julho de 1904, no Parral, no Chile. Foi prêmio Nobel de literatura em 1971. Sua obra é vasta e muito premiada, pela beleza, engajamento político e um olhar instigante e inquieto do mundo. Morreu a 23 de setembro de 1973 em Santiago do Chile.

O relato do seu primeiro livro é comovente e diz muito aqueles que ousam registrar no papel sua
“mirada” do mundo. Os desafios são grandes, mas não intransponíveis. Ousadia eis a palavra de ordem!!

Pablo narra em seu livro de memórias ” Confesso que vivi”  (1984):

Meus primeiros livros

Em 1923 foi publicado meu primeiro livro: Crepusculario. Para pagar a impressão tive dificuldades e vitórias a cada dia. Vendi meus poucos móveis. Na casa de penhores foi parar rapidamente meu relógio que solenemente me tinha presenteado meu pai, relógio em que ele tinha mandado pintar duas bandeirinhas entrelaçadas. O relógio foi seguido pelo meu traje negro de poeta. O impressor era inexorável e, por fim, pronta totalmente a edição e coladas as capas, disse com ar sinistro: ‘Não, não levará um só exemplar sem antes me pagar tudo.” O crítico Alone proporcionou generosamente os últimos pesos, que foram tragados pelas mandíbulas de meu impressor; e saí para a rua com meus livros debaixo do braço, com os sapatos rotos e louco de alegria.
Meu primeiro livro! Sempre sustentei que a tarefa do escritor não é misteriosa, nem mágica, mas que, pelo menos a do poeta, é uma tarefa pessoal, de benefício público. O que mais se parece com a poesia é o pão ou um prato de cerâmica ou uma madeira delicadamente lavrada, ainda que por mãos rudes.  No entanto creio que nenhum artesão pode ter, como o  poeta tem, por uma única vez durante a vida, esta sensação  embriagadora do primeiro objeto criado por suas mãos, com a desorientação ainda palpitante de seus sonhos. É um momento que não voltará nunca mais.

Pablo Neruda
NERUDA, Pablo. Confesso que vivi. Memórias. São Paulo: Difel, 1984

Piano e Luzes – Tribos – Chopin in the Twenty-First Century by Patricia Glatzl and Lucas

http://www.youtube-nocookie.com/embed/5L4fhnErEj8

http://www.brasilpianomasters.art.br/

http://www.youtube-nocookie.com/embed/6o9niuOGUME

Movimento Down – GUIA DE ESTIMULAÇÃO PARA CRIANÇAS COM SÍNDROME DE DOWN

A coleção Guia de Estimulação para Crianças com Síndrome de Down foi desenvolvida pelo

Movimento Down em parceria com especialistas para que mães e pais possam colaborar no

desenvolvimento de seus filhos com exercícios simples do dia a dia

Clique aqui para fazer o download da parte inicial da publicação e dos primeiros exercícios para

bebês de 0 a 3 meses de vida.

Ouvir Música

“E aqueles que foram vistos dançando foram julgados insanos por aqueles que não podiam escutar a música.”

Friedrich Nietzsche


Poema: Grito da Caverna


Dentro da caverna o homem grita: 

–  Quero morrer ! 

A Vida do lado de fora convida : 

– Venha pra fora e Viva !


n.n.a

O melhor professor do condado de Miami -Dade é brasileiro !!!!

Alexandre Lopes, brasileiro radicado em Miami, é escolhido melhor professor do ano de todo condado de Miami-Dade. from Chris Delboni on Vimeo.
eo.

Poema: Valsa

Valsa
braços entrelaçados
renúncia e acolhimento
dançam sem olhar o tempo
olhos lacrimosos 
corpos ausentes
dor pungente
a renúncia, era a salvação
o verdadeiro heroísmo
a aceitação do imudável
o acolhimento, única condição
para continuar existindo
o consolo no meio da tempestade
a renúncia carente, precisava do acolhimento
o acolhimento só podia valsar se fosse com ela
eram um par inseparável
A renúncia teimosa
demorada e lenta para aprender
um dia aprenderia o caminho para libertação
o acolhimento, mais generoso
lhe mostraria
o caminho da misericórdia.
n.n.a

Watoto ao vivo na PIB

http://www.watoto.com/

Coral de Crianças da África Watoto – ao vivo

http://new.livestream.com/accounts/1710228/events/1614587

Site no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: