O CRUCIFICADO

POEMA PARA SEXTA-FEIRA DA PAIXÃO:

O crucificado

três homens,
pés e mãos atados,
no meio um cordeiro,
de um lado uma serpente,
e do outro um chacal.

o homem do meio,
provoca espanto,
sua dor assusta,
intriga, constrange,
e desloca do lugar a todos que o veem.

a dor do crucificado,
o fez suar sangue,
logo Ele que escolheu,
o caminho da santidade e mansidão,
escolheu morrer por amor.

o cordeiro crucificado,
entregou-se, puro e santo,
não vendeu a salvação por um prato de lentilhas,
amou a todos sem distinção,
escolheu servir a ser servido.

e foi a dor do crucificado,
que salvou os homens,
que apagou suas dividas,
que consola os desesperançados
e que nos faz morrer e renascer.

Noemi Nascimento Ansay
Foto: Mari Suoheimo Nascimento

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Site no WordPress.com.

Acima ↑

XI Encontro Nacional de Estudantes de Musicoterapia (ENEMT)

Sítio virtual do Encontro Nacional de Estudantes de Musicoterapia evento realizado no Brasil desde 2009!

escamandro

poesia tradução crítica

Filipe Miguel

Amor Desejo Sedução Romance... à vossa disposição aqui

Beija-flor Cigano

Poesias, frases e pensamentos

Diário da Inclusão Social

A inclusão como ferramenta de transformação social

Depressão com Poesia

Assumi, estou com uma doença que afeta a saúde e apaga o amável. Depressão aqui vou te descrever com informes e POESIA. A dor em forma de arte.

escritora claudia isadora fernandes de oliveira

blog para divulgar meus livros e outras cositas más q ando aprontando...;)

Blog Carol Luvizotto

Ponto de vista: Carreira Acadêmica, Pesquisa Científica e Educação

Thiago Amazonas de Melo

Não acreditem em nada do que eu digo aqui. Isso não é um diário. Eu minto.

WordPress.com em Português (Brasil)

As últimas notícias do WordPress.com e da comunidade WordPress

%d blogueiros gostam disto: