Dona Chuva prazenteira

 
 

Dona Chuva prazenteira,
senhora de si,
beija terna e amavelmente,
a terra fértil e clemente.

Às vezes, esbraveja,
troveja do alto céu,
sem fazer cerimônia,
encharca tudo que vê pela frente.

Às vezes, suave e meiga
sussurra aos ouvintes atentos:
– Silêncio…respire fundo, descanse,
durma mais um pouquinho e sonhe.

Nestes dias de chuva,
meu coração agradece,
o frescor das águas,
a renovação da vida,
a presença divina na criação,
o Amor de Deus,
que conforta e acalenta meu ser.

Noemi N.Ansay

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Site no WordPress.com.

Acima ↑

Filipe Miguel

Amor Desejo Sedução Romance... à vossa disposição aqui

Beija-flor Cigano

Poesias, frases e pensamentos

Diário da Inclusão Social

A inclusão como ferramenta de transformação social

Depressão com Poesia

Assumi, estou com uma doença que afeta a saúde e apaga o amável. Depressão aqui vou te descrever com informes e POESIA. A dor em forma de arte.

escritora claudia isadora fernandes de oliveira

blog para divulgar meus livros e outras cositas más q ando aprontando...;)

Blog Carol Luvizotto

Ponto de vista: Carreira Acadêmica, Pesquisa Científica e Educação

Thiago Amazonas de Melo

Não acreditem em nada do que eu digo aqui. Isso não é um diário. Eu minto.

WordPress.com em Português (Brasil)

As últimas notícias do WordPress.com e da comunidade WordPress

%d blogueiros gostam disto: