Gratidão

 

No dia de ” Ações de Graças” separo estes primeiros momentos para uma prece:

 

Te agradeço Deus pelo dom da vida,

por me amar e se importar comigo,

tão frágil e pequeno ser humano.

 

Agradeço por viver no tempo e lugar onde estou,

por pertencer a uma família,

por ter amigos e pela capacidade de amar.

 

Agradeço pelo alimento material e espiritual,

pela consciência, pelo perdão,

e por tua soberania.

 

Agradeço por teu amor

infinito, forte, profundo,

e porque nada poderá me separar dele.

 

Permita que a cada dia

retribua tão grande dádiva celeste

em minhas palavras e atitudes.

 

Que ame ao próximo

como amo a mim,

que sinta e transmita quem Tu és.

 

Deus que é  amor,

doador da vida,

plenitude de tudo em todos.

 

Amém

 

Tomaz de Aquino

“Tratado da Graça”, três níveis de gratidão.

O primeiro nível é o de reconhecimento intelectual – aquele em que somos gratos por educação, que fomos ensinados desde muito pequenos, um agradecimento para cumprir protocolos. É uma gratidão que vem do plano do intelecto, eu agradeço porque fui educado a fazê-lo.

O segundo nível é chamado de nível de agradecimento, quando nos regozijamos por algo que alguém fez por nós. É uma gratidão impulsionada por uma emoção. Você recebe algo tão bom, tem reconhecimento por isso e, portanto, agradece. É neste nível, em que normalmente estamos quando fazemos os exercícios de gratidão.

E o terceiro e mais profundo nível de gratidão é o nível do vínculo. É o nível em que nos sentimos tão gratos, que tamanha gratidão, leva a criarmos um vínculo com o outro. O nível do vínculo faz com que nos comprometamos com o próximo. De certa forma, estamos tão agradecidos que nos sentimos obrigados a retribuir de alguma forma.

 

 

 

“El mundo parecía amenazante
hasta que suave
como pluma
clara,
o dulce como pétalo de azúcar,
de labio en labio
pasa
gracias

[…]”

Pablo Neruda (1959)

NERUDA, P. Oda a las gracias. In: Navegações e regressos. São Paulo: Coleção Ibero Americana, 2012.

 

   “Um coração grato é uma luz suave em meio a escuridão”.

"Um coração grato é uma luz suave em meio a escuridão".

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s