De Carne e Osso

De Carne e Osso.

Feito de carne e osso,
de osso e carne.
Demasiadamente humano.
Demasiadamente orgânico.
Um amontoado de carne e ossos,
desfilando no palco da vida.
Movimentando-se e locomovendo-se
como fantoches inanimados.

Carne pulsante e viva.
Ossos unidos por juntas.
Carne coberta de pele.
Ossos rígidos o ocos.

Ossos que se esfarelam.
Carne que se atrofia.
Ossos que envelhecem.
Carne que apodrece.

Ossos e carne,
ambos destinados ao túmulo.
Que ao nascer
já começa a envelhecer.

Até que a morte,
a inevitável morte,
chega e se apossa
desta carne e ossos,
ossos e carne.

Morte de sonhos.
Morte de planos.
Morte da visão.

Milhares e milhares de ossos espalhados
na terra faminta e nua.
Cemitério de ossos e de sonhos.
Terra da morte.
Vale de ossos secos.

Quem nos fará reviver?
Quem nos fará sonhar novamente?
Quem nos fará ver o céu estrelado?
Quem nos fará sentir o perfume das rosas?

Ouve-se um som,
um vento,um sopro celeste,
Vento do Espírito,
soprando dos quatro cantos da Terra.

Um rebuliço
começa a inrromper.
Ossos começam a ranger,
vão unindo-se,
e sobre os ossos
crescem peles e nervos.
Forma-se um novo ser, uma nova vida.
Em suas narinas
é soprado o Espírito de Deus

Nova criatura.
Não mais ossos secos.
Não mais um vale de ossos secos.
Agora um vale cheio de vida, de esperanças.
Vale cheio de rosas e lírios.
Vale da liberdade, do amor, dos sonhos.

N.N.A.

Ezequiel 37: 1-14

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

Site no WordPress.com.

Acima ↑

Filipe Miguel

Amor Desejo Sedução Romance... à vossa disposição aqui

Beija-flor Cigano

Poesias, frases e pensamentos

Diário da Inclusão Social

A inclusão como ferramenta de transformação social

Depressão com Poesia

Assumi, estou com uma doença que afeta a saúde e apaga o amável. Depressão aqui vou te descrever com informes e POESIA. A dor em forma de arte.

escritora claudia isadora fernandes de oliveira

blog para divulgar meus livros e outras cositas más q ando aprontando...;)

Blog Carol Luvizotto

Ponto de vista: Carreira Acadêmica, Pesquisa Científica e Educação

Thiago Amazonas de Melo

Não acreditem em nada do que eu digo aqui. Isso não é um diário. Eu minto.

WordPress.com em Português (Brasil)

As últimas notícias do WordPress.com e da comunidade WordPress

%d blogueiros gostam disto: