Se eles não existissem….

Se eles não existissem… A vida seguiria tranquila, sem preocupações, incômodos e inconvenientes.  Afinal, para que precisamos deste “outro” que desafia nossas convicções, que coloca em xeque nosso modelo de sociedade homogênea,  nosso conforto,  nossas vagas,  nosso tão almejado ideal de “perfeição”?

Ah… se eles não existissem, não precisaríamos nos incomodar em fazer rampas de acesso, contratar profissionais, pagar intérpretes de LIBRAS, fazer adaptações curriculares, ampliar textos, modificar os ambientes, fazer mais reuniões, provas diferenciadas,  organizar cursos de capacitação, aprender novas formas de comunicação. Não precisaríamos dar a vez, o lugar, ser gentis e educados. E ao invés de nos tornarmos mais humanos, mais generosos, tornar-nos-íamos mais irracionais, egoístas, odiosos, desprovidos de compreensão, amor e beleza. A arte de ser gente passaria longe de nós.

          n.n.a

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Site no WordPress.com.

Acima ↑

Poeta da Garrafa

Este sítio expõem a palavra, a imagem, a voz da minha poesia. Foto: Odilon Machado de Lourenço.

XI Encontro Nacional de Estudantes de Musicoterapia (ENEMT)

Site do Encontro Nacional de Estudantes de Musicoterapia evento realizado no Brasil desde 2009!

escamandro

poesia tradução crítica

Filipe Miguel

Um mundo inteiro à nossa frente, Um olhar profundo que se sente

Beija-flor Cigano

Poesias, frases e pensamentos

Diário da Inclusão Social

A inclusão como ferramenta de transformação social

Depressão com Poesia

Assumi o conflito que afeta a saúde mental e apaga o amável: a depressão. Combato com a força da escrita, haja POESIA. Uma forma de elaborar a dor em arte. Venham e vamos juntos ler a vida.

escritora claudia isadora fernandes de oliveira

blog para divulgar meus livros e outras cositas más q ando aprontando...;)

Blog Carol Luvizotto

Ponto de vista: Carreira Acadêmica, Pesquisa Científica e Educação

Thiago Amazonas de Melo

Não acreditem em nada do que eu digo aqui. Isso não é um diário. Eu minto.

noemiansaygmail.wordpress.com/

Poética do Cotidiano

WordPress.com em Português (Brasil)

As últimas notícias do WordPress.com e da comunidade WordPress

%d blogueiros gostam disto: